Saiba como a tecnologia pode te ajudar a vender melhor

Saiba como a tecnologia pode te ajudar a vender melhor

As ferramentas digitais têm estado cada vez mais intrínsecas nos processos de vendas e na organização empresarial, pois além de otimizar os processos, ela auxilia no controle das atividades, na economia dos investimentos e na melhora da produtividade geral.

Mas, para além disso, esse avanço tecnológico deixou de ser um luxo exclusivo para os grandes negócios e se tornou essencial para a sobrevivência de qualquer empreendimento, principalmente devido aos impactos que o meio digital tem tido no cotidiano das pessoas.

Isso porque, a cada ano que passa, uma parcela ainda maior da população mundial tem ganhado mais acesso à internet e às redes sociais. 

Assim, os padrões comportamentais têm mudado e transformado todo o modo como vivemos e consumimos.

Por isso, a forma de contatar esse público também tem sofrido alterações, exigindo adaptações na maneira com que trabalhamos, especialmente quando essa função está relacionada com a gestão de processos e pessoas ou o setor de vendas.

Como a tecnologia tem modificado a maneira de gerenciar e vender

A utilização de ferramentas tecnológicas no mercado de trabalho é, cada vez mais, uma necessidade de sobrevivência para os negócios. 

Afinal, além de facilitar e automatizar as tarefas do cotidiano, ela também possibilita uma forma mais econômica de fazer a empresa crescer.

Por meio da utilização de tecnologias como CRM operacional e o ERP – plataformas de gestão de tarefas –, entre outras ferramentas, é possível aprimorar a obtenção de prospects e novos leads, aumentando as vendas e utilizando menos recursos financeiros.

Além disso, esses softwares são capazes de auxiliar nas ações de Marketing Digital, aumentando a velocidade com que os atendimentos são efetuados, melhorando a abordagem com os clientes e potencializando o trabalho dos vendedores que irão garantir as vendas.

As estratégias mais utilizadas de Marketing Digital

Deste modo, o Marketing Digital se tornou uma das principais prioridades entre as empresas, uma vez que o alcance do público e as probabilidades de conversão de leads se tornaram mais aprimoradas, resultando em uma vantagem competitiva importante.

Assim, o emprego de estratégias que envolvem a produção de conteúdos relevantes para blogs e redes sociais, se tornou uma das formas essenciais de conhecer o perfil do cliente ideal, aumentar a relevância da sua marca, segmentar a audiência e desenvolver a empresa.

Para isso, as tecnologias mais utilizadas são:

 

  • Softwares de gestão

As plataformas de CRM permitem a unificação e gestão de todos os setores envolvidos no processo de vendas, desde a gestão de clientes, o planejamento de marketing, até a finalização da negociação e o follow-up.

Tudo isso em uma pipeline de vendas que organiza as atividades em tarefas ou por setores. E com as integrações certas, é possível visualizar informações, por exemplo, entradas que vieram da máquina de cartão de crédito ou não.

Esses programas automatizam diversas tarefas, promovendo a redução do tempo gasto com trabalhos de menor importância, e ainda produzem relatórios automáticos sobre o desempenho de cada setor.

Além disso, ele possibilita:

  • Emissão de notas fiscais;
  • Armazenamento e organização dos dados cadastrais dos clientes;
  • Acompanhamento em tempo real das vendas;
  • Controle da carteira de prospects;
  • Centralização de informações, entre outros.

Tudo isso promove um desempenho mais completo das atividades, reduzindo os erros e melhorando a identificação de novas oportunidades de vendas, tanto para os clientes quanto para um novo público.

  • Chatbots e automação de e-mail marketing

A utilização de chatbots e dos e-mails de marketing são fundamentais para a manutenção das ações efetivas de um funil de vendas. 

Por meio desses acessórios é possível compartilhar informações sobre a empresa e sobre o mercado, apresentar o negócio e realizar um atendimento mais rápido e personalizado.

Essas tecnologias também são aliadas na construção de um bom relacionamento pós-venda e na fidelização dos consumidores. 

Com um bom planejamento estratégico, as empresas conseguem utilizar esses meios de comunicação para garantir novas compras e se tornar uma referência no segmento de atuação.

  • Redes sociais

Engana-se quem acredita que as redes sociais ainda são utilizadas apenas como formas de entretenimento. 

O público tem utilizado esses sites e aplicativos para realizar pesquisas sobre produtos, ler resenhas e opiniões de antigos clientes, e para concretizar as compras.

Por isso, estar presente nessas plataformas disponibilizando produtos é essencial para que as empresas modernas garantam mais vendas. 

No entanto, utilizar esses espaços para fazer a promoção da marca, educando os clientes sobre um tema ou realizando ações publicitárias também pode representar um ótimo custo-benefício.  

Para isso, existem diversos aplicativos e programas que permitem a programação de postagens, o monitoramento desses serviços e que facilitam a comunicação com os clientes, seja por meio dos comentários ou pelo chat.

  • Ferramentas de SEO

Mais do que ter uma página ou blog empresarial e produzir bons conteúdos, é preciso que as empresas realizem adaptações nessas produções para garantir que os sites de busca, como o Google, recomendem esse conteúdo para o público.

Uma das formas de fazer isso é utilizando as ferramentas de SEO, também conhecida como Search Engine Optimization. Essas técnicas ajudam os algoritmos a considerar aquele conteúdo mais relevante e a ranquear melhor o site nas páginas de pesquisa.

Isso é tão importante porque os clientes tendem a olhar apenas as primeiras páginas indicadas e a clicar nas que parecem mais promissoras. 

Assim, essa é uma ótima maneira de garantir mais visibilidade para o blog ou produto, de forma orgânica – ou seja, sem a necessidade de pagar pelo serviço.

  • Anúncios em sites de busca

No entanto, também é possível conseguir o acesso a essas primeiras páginas, por meio dos anúncios pagos oferecidos por empresas, como o Google AdWords ou o Facebook Ads, por meio de links patrocinados.

Esses são os primeiros links que aparecem logo na primeira página de pesquisa e que levam um aviso de “anúncio” logo no início.

Essas propagandas são ativadas quando o consumidor procura por uma palavra-chave específica e é cobrada de acordo com o número de cliques recebidos.

Por exemplo, quando um microempresário pesquisar por “melhor maquininha de cartão” ou “máquina de cartão, no caso de uma financeira, ela poderá pagar para aparecer em primeiro lugar para esse potencial cliente.

Contudo, é possível publicar de forma paga (ou não-orgânica) nas redes sociais e nos sites, seja nos Stories ou no Feed, por meio de banners que vão garantir engajamento, interações e uma maior visibilidade tanto para a marca, quanto para o produto anunciado.

Todas essas ferramentas tecnológicas são ótimos auxílios para um bom desempenho das estratégias de Marketing Digital e para viabilizar o crescimento dos negócios, garantindo uma boa vantagem competitiva e alcançando ainda mais clientes.

Elas também apresentam vantagens e desvantagens que se adaptam para cada negócio de forma única. 

Por isso, é crucial a realização de uma boa pesquisa sobre cada uma dessas ferramentas e técnicas, compreendendo o funcionamento e certificando a melhor adaptação ao seu nicho de atuação.

 

Back To Top
%d blogueiros gostam disto: