5 dicas para exportar produtos do brasil

Exportar produto do Brasil

Empresários que pretendem expandir seus negócios podem se deparar com a ideia de mandar seus produtos para outros países. Exportar produtos do Brasil pode ser uma excelente opção para alguns negócios nacionais. 

Alguns benefícios de exportar são: 

  • Elevação do número de vendas
  • Aumento da produtividade
  • Incentivos fiscais
  • Qualidade do Produto tende a se elevar
  • Aumento do market share
  • Menor dependência do mercado interno
  • Acesso a novas tecnologias

Se você pretende investir em exportação, entenda como ela pode ocorrer e conheça as dicas que podem facilitar seu trabalho.

Quais produtos podem ser exportados?

O nosso PIB depende em grande parte da nossa balança comercial. Isso é um reflexo do nosso enorme potencial na exportação. Os produtos brasileiros são de alta qualidade e nos destacamos em 3 tipos de produtos, sendo:

Matéria Prima: é o extrativismo mineral e vegetal que nos dá a maior parte das matérias primas que são enviadas via exportação para o exterior. O mercado interno brasileiro não absorve toda a matéria extraída, e todo o sobressalente é exportado. 

Aqui entra, além dos minérios (bauxita, minério de ferro, níquel e etc) o petróleo, que é o segundo produto mais exportado pelo país.

Alimentos: a soja, por exemplo, ocupa o primeiro lugar quando se trata de produtos exportados. Esse grão é cultivado em todo o país, mas se concentra principalmente no Mato Grosso. 

Além da soja exportamos açúcar, café, laranja, algodão e muitos outros produtos alimentícios e agropecuários. 

Roupas e acessórios: O nylon e o algodão são dois dos produtos mais exportados para vestuário e moda. 

Além desses, muitos outros produtos podem ser exportados. Veja algumas dicas para começar essa atividade o quanto antes. 

5 dicas para exportar produtos do Brasil

  1. Faça uma Pesquisa da Cultura e do Mercado 

Antes de qualquer coisa, você precisa saber para onde vai mandar os seus produtos. Portanto, é necessário conhecer sua mercadoria e saber em que mercado ele se enquadraria. 

Você precisa observar aspectos da cultura e do comportamento do mercado do país para o qual você pretende exportar. entenda, faça perguntas como:

  • Qual o poder de compra do consumidor daquele lugar?
  • Quais os preços praticados pelos concorrentes?
  • Qual a qualidade dos produtos que são consumidos ali?

Traduza o Site da Sua Empresa para outros idiomas

A língua pode ser uma barreira difícil de se ultrapassar. Para evitar que as exportações sejam prejudicadas, traduza seu site para o idioma dos países com os quais você pretende trabalhar. 

  1. Providencie toda a Documentação Necessária

Os documentos dos quais você vai precisar para exportar são:

Radar: O Registro de Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros serve para que a Receita Federal permita que você exporte.

Siscomex: com acesso ao Sistema Integrado de Comércio Exterior você consegue registrar e controlar as exportações e importações de sua empresa.

REI: Registro de Exportadores e Importadores é um documento emitido de forma automática quando você inicia suas atividades de exportação e importação. 

Outros documentos necessários são:

  • Certificado de origem
  • Contrato de câmbio
  • Romaneio
  • Nota fiscal de exportação
  • Comercial Invoice
  • Declaração única de exportação (Du-E)
  1. Pesquise seus Concorrentes

Você vai precisar concorrer com outros fornecedores e o principal deles é a China, uma grande potência quando se fala de importação. 

Essa concorrência não precisa ser medida pelo preço do produto. Ou seja, você não tem obrigação de fornecer um produto mais barato. A dica é agregar valor e investir em qualidade, durabilidade, usabilidade, prazo de entrega e etc. 

Cuidado ao Exportar Produtos de Tecnologia

O Brasil é forte exportador de soja, petróleo, algodão, laranjas e minério. Mas quando se trata de tecnologia ficamos muito atrás de países desenvolvidos. Os Estados Unidos, por exemplo, são mestres em exportação de tecnologia. 

Portanto, mesmo que você tenha um produto de alta qualidade aqui, é muito provável que seu mercado alvo encontre algo mais avançado e com preço ainda mais baixo que o seu produto. 

Conclusão

Exportar pode ser uma excelente opção para o crescimento do seu capital e expansão da sua empresa, mas é necessário estudar o mercado e encontrar as melhores opções para você e seus futuros clientes. 

O primeiro passo é encontrar o mercado ideal e providenciar a documentação. Depois disso, o que vai orientar você são suas intuições e seu conhecimento de mercado externo e economia. 

Back To Top
%d blogueiros gostam disto: