Principais tipos de hospedagem para viajantes

Orçamento baixo não significa menor aproveitamento da viagem.

Seja em época de férias ou para mudar completamente o rumo da vida, uma viagem pode resultar em diferentes momentos, a depender do seu objetivo. E uma das principais questões que surgem ao decidir fazer uma viagem é: ficar em resort, hotel, albergue ou acampar?

Não importa o orçamento, pois é sempre possível encontrar bons lugares que cabem no seu bolso e oferecem o tipo de estadia ideal para cada viajante. Hoje é bem comum ver mochileiros em hotéis comuns, assim como pessoas que buscam por experiências diferenciadas em albergues de luxo.

Confira um pouco mais sobre os principais tipos de hospedagem existentes e descubra qual a que mais combina com o seu próximo destino ainda este ano.

Como escolher a melhor hospedagem para uma viagem

Após decidir viajar, um dos primeiros pontos que as pessoas costumam pensar é a hospedagem, afinal, o local pode influenciar diretamente na experiência da viagem, positiva ou negativamente. O mais comum para quem viaja de avião é a compra de pacotes, que incluem hospedagem em redes de hotéis parceiras, porém, nem sempre com preços em conta.

A dica para escolher a hospedagem perfeita é analisar o orçamento e buscar opções de diferentes tipos que podem ser pagas com o valor estipulado. A depender do destino, é possível ficar em bons hotéis pagando pouco, assim como lugares mais remotos podem contar apenas com pousadas pequenas e quartos individuais.

Hotéis

Os hotéis são os mais buscados por viajantes convencionais, por oferecerem conforto e serviços à disposição dos hóspedes, como troca de roupa de cama, alimentação e outras questões com que nem todos os viajantes querem se preocupar. Os valores e qualidade dos serviços variam conforme a classificação dos hotéis em estrelas.

1 a 3 estrelas

Oferecem serviços como troca de roupa de cama, recepção aberta 12h por dia, telefones e maioria dos quartos com pelo menos 9 m². Redes de hotéis costumam oferecer quartos padronizados, que embora pequenos em espaço, oferecem conforto suficiente para estadias de vários dias.

3 a 5 estrelas

Oferecem suítes maiores, troca de roupa de cama diária, recepção 24h, roupões e peças de banho à disposição dos hóspedes, cosméticos como shampoos e sabonetes, áreas de lazer, funcionários encarregados de funções específicas e vantagens em restaurantes e áreas turísticas ao redor do hotel.

Hostels e pousadas

Os hostels e pousadas oferecem estadias mais caseiras, geralmente com café da manhã incluso e quartos compartilhados. As acomodações variam de acordo com a localização, podendo incluir varandas, climatização natural e varandas nos quartos mais luxuosos.

São ideais para quem busca uma maior imersão local, conhecer pessoas e experienciar a hospitalidade local com menos burocracia.

Resorts

Os resorts são acomodações completas, com diversos serviços à disposição dos hóspedes. Geralmente incluem atividades turísticas, parques aquáticos, restaurantes, espaços de eventos e lojas em sua estrutura, funcionando como uma espécie de condomínio de férias.

Existem desde resorts populares, com quartos menores e serviços pagos individualmente, até resorts de luxo com funcionários exclusivos para cada hóspede, acomodações de andares inteiros e coberturas de luxo para receber festas privadas.

Aluguel em aplicativos

Uma forma de encontrar lugares exclusivos e com a cara local, mas gastando menos que em hotéis e resorts tradicionais é o aluguel de acomodações particulares. Nesses apps, os próprios donos colocam à disposição suas casas, apartamentos, pousadas e acomodações temáticas, cobrando preços por diárias.

Muitos deles oferecem experiências turísticas bem interessantes, além de serem uma forma de conhecer de perto a cultura das pessoas durante a viagem. Os donos também costumam oferecer dicas de pontos turísticos, além de serviços cobrados à parte conforme a necessidade de cada hóspede.

Back To Top
%d blogueiros gostam disto: