Dicas para aumentar a produtividade agrícola

Diferentes técnicas colaboram para preservar o solo e o meio ambiente, sem prejudicar a produção da lavoura

Os produtores rurais, de pequeno ou grande porte, sempre estão à procura de novas metodologias, técnicas e tecnologias para melhorar a eficiência e qualidade das suas plantações. E nos últimos anos, essa procura também tem priorizado maneiras mais sustentáveis de produção, que causem o menor impacto possível ao meio ambiente.

Por isso, é importante repensar o uso de fertilizantes ou aprimorar o sistema de irrigação da lavoura tarefa que a Irrigat pode ajudar o agricultor, oferecendo diversas soluções de irrigação para o seu plantio. 

No texto abaixo, confira algumas dicas e estratégias que colaboram para melhorar o aumento de produção do plantio.

Utilize fertilizantes e agrotóxicos de forma correta

Nas últimas décadas, os fertilizantes foram essenciais para aumentar a produtividade em colheitas do mundo todo. Entretanto, o uso inadequado desses compostos e agrotóxicos podem ter consequências graves para o futuro do plantio, tanto pela dependência do uso do produto para que a plantação se mantenha quanto pela contaminação do solo por resíduos.

Assim, o agricultor precisa fazer o manejo correto dessas substâncias. Encomendar um estudo aprofundado do solo, a cada safra, permite medir as condições do terreno e saber quais são as reais necessidades para suas plantas. A vantagem é que essas pesquisas não são destrutivas e possuem um preço acessível, permitindo que o agricultor saiba exatamente o quanto precisa utilizar para ter uma plantação sadia e fértil.

Aposte na fertirrigação

Inclusive, uma maneira de ter um melhor controle no uso de fertilizantes é apostar no método de fertirrigação. A maioria dos plantios utiliza a irrigação, um sistema que rega as plantas oferecendo água de maneira dosada e em momentos e locais certos, para aumento da produtividade.

A fertirrigação utiliza o mesmo sistema, contudo, também transporta fertilizantes nesse sistema. Com isso, é possível irrigar e adubar a lavoura simultaneamente, diluindo o fertilizante com o uso de técnicas como microaspersão ou gotejamento. Esse processo colabora para acelerar o ciclo de nutrientes e garante que os resultados apareçam mais rápidos e com mais eficiência.

Esse sistema também é vantajoso por promover a redução de custos e para conservação do solo, visto que evita a lixiviação e reduz o número de máquinas e pessoas sobre ele.

Inclua as espécies no cultivo

Os animais desempenham um papel fundamental em manter o equilíbrio ambiental de qualquer plantação. Eles conseguem proporcionar mais benefícios do que se pode pensar, visto que sua presença proporciona melhorias em diversos aspectos.

Por exemplo, alguns especialistas europeus defendem que as abelhas colaboram para aumentar a produtividade. Por serem ótimas polinizadoras, a presença delas é capaz de impulsionar a produção de plantios de milho, girassol e da matéria-prima para biocombustíveis.

Já as minhocas conseguem fortalecer as raízes e melhorar a presença de nitrogênio no solo. Isoladamente, a simples presença delas não melhora a produção integralmente, mas colabora para mudar as características de um solo pouco fértil. Entretanto, é importante destacar que neste caso, deve-se evitar utilizar ao máximo os agrotóxicos, para que o solo possa ser o mais manejável possível.

Vale lembrar a importância de manter ao máximo as características originais do ambiente em que essas espécies foram retiradas, para não causar desequilíbrios. Em todos os casos, o uso de espécies requer o devido estudo de especialistas para montar o melhor planejamento, sem causar danos ambientais.

Implemente modelos sustentáveis de produção

A preocupação com o meio ambiente e o futuro sustentável do planeta tem se tornado cada vez mais comum nos últimos anos. E para conseguir suprir a demanda de cada vez mais pessoas, até 2050, estima-se que haverá cerca de 9 bilhões de nós no planeta  mas sem agredir o meio ambiente e protegendo-o de mais danos, é preciso inovar na forma de fazer o plantio.

Com isso, cada vez mais tem se pesquisado e experimentado possíveis modelos, em busca de soluções sustentáveis. Muitos projetos de pesquisa têm se debruçado em atualizar os métodos utilizados na agricultura, principalmente com foco na agricultura familiar, considerada pelos especialistas como o modelo do futuro para abastecer os estoques alimentícios das grandes cidades.

Um exemplo interessante aconteceu na Holanda, um país de território pequeno, mas com grande demanda por recursos naturais. Para aumentar o plantio, eles adotaram a produção em espaços pequenos, como estufas ou áreas de até 70 hectares. Também reaproveitaram as águas das chuvas para as irrigações através de encanamento, além de substituir o solo por basalto e giz.

Back To Top
%d blogueiros gostam disto: